Posts da Semana

03.11.2015

 

Parque Nacional de Bryce Canyon  - Utah – Estados Unidos

 

 

O Parque Nacional de Bryce Canyon, está localizado no sudoeste do estado de Utah.

 

Bryce não é propriamente um canyon, mas sim um grande anfiteatro natural formado pela erosão.

 

Bryce destaca-se pelas suas estruturas geológicas, chamadas chaminés de fada, que se formaram pela erosão causada pelo ação do vento, da água e do gelo.

 

Essa beleza natural vale a pena ser conhecida de perto, por nada se compara a isso.

 

 

Wattamolla Beach - Sydney

 

 

Wattamolla é o nome de uma enseada, lagoa e praia na costa sul de Sydney, Nova Gales do Sul, no Royal National Park.

 

Lá é o encontro do rio com o mar. Podemos avistar também, um paredão de pedra com duas quedas d'agua, fazem de Wattamolla é um lugar fascinante e com muita tranquilidade!

 

 

Begijnhof - Bruges

 

 

Esses conjuntos de cassas,foram fundadas em 1245 para ser usadas por beatas da Igreja Católica.

 

Hoje Begijnhof de Bruges funciona como um monastério. Os visitantes entram por uma ponte, construída em 1776, e que passa por um dos canais da cidade.

 

As visitas devem ser feitas com grupos pequenos, pois o lugar busca o silencio e a paz dentro da cidade. É ótimo pra fazer calmas caminhas.

 

Não há mais Beguines (parte de um movimento maior avivamento espiritual do século XIII, que salientou a imitação da vida de Cristo através da pobreza voluntária, aos cuidados da devoção pobres e doentes, e religiosa.) vivendo por lá desde 1927.

 

 

Whitehaven Beach - Austrália

 

 

Whitehaven é uma praia com um trecho de 7 km ao longo Whitsunday Island, Austrália.

 

Ilha que é possível chegar apenas por barcos que saem de um dos portos turísticos continente de Airlie Beach, Shute Harbour ou Hamilton Island. 

 

Na Whitehaven é possível ver áreas brancas com água azul bem cristalina, que torna o lugar mágico e fascinante.

 

 

Kapellbrucke – Lucerna - Suiça

 

 

A Kapellbrucke é uma ponte de madeira em Lucerna, Suíça, Suíça, construída entre 1300 e 1333.

 

Na ponta sul da ponte, encontramos a Wasserturm, torre da água que é um dos símbolos desta cidade suíça, que foi usado para a defesa.

 

Bem alto, nas traves de madeira encontram-se 112 pinturas datadas do início do século XVII e restauradas no princípio do século XX. Da Kapellbrücke pode-se avistar a igreja de São Léger e São Maurício.

 

Com 170 m de comprimento, é considerada a mais antiga ponte de madeira coberta na Europa. 

 

O nome da ponte é devido à vizinha Capela de São Pedro. No interior são 110 painéis de madeira pintadas no século XVII, que refletia a história e os principais eventos da cidade.

 

 

Borobudur – Indonésia

 

 

Borobudur é o maior monumento budista do mundo, local espetacular da Indonésia.

 

Ao observar o templo é possível viajar no tempo e desfrutar de uma combinação incomparável de história, cultura, espiritual e beleza natural. 

 

Situa-se na parte central da ilha de Java, aproximadamente a 40 km ao noroeste da cidade de Yogyakarta, um dos centros de cultura javanesa tradicional.

 

Atualmente é a atração turística mais popular da Indonésia. Foi construído no século VIII, originalmente como um templo hindu. Posteriormente sua construção foi continuada como um stupa budista.

 

Com o advento do islamismo à ilha de Java, foi abandonado e envolvido, com o passar dos anos, pela selva até a sua redescoberta em 1814 por colonos ingleses.

 

 

Ilhas Cayman

 

 

As ilhas Cayman são um território britânico ultramarino formado por três ilhas no Caribe, Grand Cayman, Little Cayman e Cayman Brac.

 

Relativamente isoladas e afastadas umas das outras, as ilhas têm em Cuba e na Jamaica, 300 km a sudeste, os vizinhos mais próximos.

 

Atualmente, este arquipélago é um conhecido paraíso fiscal. O turismo é também um dos principais atrativos destas ilhas, que recebe em média 2 milhões de turistas por ano. Muitos deles fazem sem tour por lá através dos passeios de cruzeiros que ficam atracados por lá, durante um dia nas suas rotas caribenhas.

 

 

Torre de Pisa – Toscana – Itália

 

 

Um dos pontos turísticos mais visitados da Itália, a Torre de Pisa é um campanário da catedral da cidade italiana de Pisa. Está situada atrás da catedral, e é a terceira mais antiga estrutura na praça da Catedral de Pisa, depois da catedral e do baptistério.

 

A torre começou a inclinar-se para sudeste logo após o início da construção, em 1173, devido a uma fundação mal construída e a um solo de fundação mal consolidado, que permitiu à fundação ficar com assentamentos diferenciais.

 

Antes da restauração realizada entre 1990 e 2001 a torre estava inclinada com um ângulo de 5,5 graus, agora a torre inclinada em cerca de 3,99 graus. Isto significa que o topo da torre está a uma distância de 3,9 m de onde ele estaria se a torre estivesse perfeitamente na vertical.

 

A altura do solo ao topo da torre é de 55,86 metros no lado mais baixo e de 56,70 metros na parte mais alta. A torre tem 296 ou 294 degraus: o sétimo andar da face norte das escadas tem dois degraus a menos.

 

 

Riviera Francesa

 

 

Riviera Francesa ou Costa Azul é parte do litoral sul da França no Mar Mediterrâneo, indo de Toulon a Mentonna fronteira com a Itália.

 

Situada no departamento dos Alpes Marítimos, a Riviera Francesa tornou-se uma zona da moda entre o fim do século XIX e o começo do XX, particularmente entre as classes altas britânicas.

 

Inicialmente era um resort de inverno, dado o clima temperado se comparado ao do norte e centro da Europa, todavia, não é de forma alguma quente durante este período do ano. Somente mais tarde tornou-se um destino popular também no verão.

 

O local é bastante procurado por turistas do mundo todo que querem relaxar em uma praia com aguas claras, tranquilas e cheia de charme.

 

 

Please reload